Baderna é destaque no Estadão

Na edição desta sexta-feira, o Estadão indicou o Baderna aos seus leitores!

O jornal colocou o bar numa lista de locais que alinha cultura e happy hour na dose certa! A publicação destacou os shows e eventos que rolam por aqui!

Vale conferir -> aqui.

Confira o texto do jornalista André Carmona:

Baderna Bar

Foto: Baderna Bar

Foto: Baderna Bar

No século 19, a bailarina Maria Baderna chocou a sociedade brasileira ao misturar dança clássica e referências africanas. Da artista, que virou sinônimo de bagunça, mas também de vanguardismo, o bar tirou a inspiração. A agenda é diversificada: de shows e oficinas (como a de bateria para garotas; foto) até exposições. Sempre com clima informal. Nos fundos, mesinhas de carretel, cadeiras de praia e varais de luzinhas. Ali, prove a Perro Libre Neo Pils (R$ 27, 500 ml), junto com as minicoxinhas veganas (R$ 15, 6 unid.). R. Oscar Freire, 2.529, Pinheiros. 16h/0h (fecha 2ª e 3ª).

Cozinha Congolinaria volta ao Baderna

O Baderna recebe mais uma vez a cozinha da Congolinaria – que se notabiliza pela tradicional culinária Congolesa, privilegiando a utilização de produtos naturais sem aditivos químicos e complementos industrializados. Para quem aprecia esse tipo de comida, a Congolinária vai oferecer couve na Mwamba Kachori, mini sambusas, suco Tangawisi e drink de Tangawisi com cachaça.

No mesmo dia rola show de Vertin e seus convidados! Veja mais aqui.